Corte de verba encerra atividades do Projeto Guri em cidades da região

As unidades do Projeto Guri na região de São Carlos (SP) podem encerrar as atividades depois que a Secretaria de Cultura e Economia Criativa anunciou um corte de R$ 150 milhões no orçamento de organizações sociais que cuidam de programas sociais.

Das 31 cidades do polo regional de São Carlos, pelo menos 23 unidades vão fechar. Os locais ainda não foram divulgados. O G1 não conseguiu contato com as unidades. Na região de Campinas há polos em 18 cidades e na região de Ribeirão Preto, em 20 municípios. Ainda não se sabe, entretanto, quantos deles vão manter as atividades.

A organização social que mantém o projeto no litoral e no interior de São Paulo não informou quantos polos vão ser fechados, mas confirmou que os funcionários já entraram em aviso prévio.

“Quando houver a recuperação fiscal do estado, e estamos apostando nisso, o projeto voltará a funcionar integralmente”, disse o secretário de Cultura de São Paulo, Sérgio Sá Leitão.

Tristeza

Ítalo Caparroti Pinheiro ficou triste com a notícia — Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV

Ítalo Caparroti Pinheiro ficou triste com a notícia — Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV

Em Rio Claro, a Secretaria Municipal de Cultura já confirmou que o projeto vai acabar. A prefeitura de São José do Rio Pardo também confirmou o fim do projeto que atende 150 crianças e adolescentes.

Aos 8 anos, o Ítalo Caparroti Pinheiro aprendeu a tocar vários instrumentos como o violino. Hoje com 14, ele faz parte da orquestra sinfônica e até esta semana frequentava o projeto.

“Fiquei muito triste porque gosto muito do projeto. Aprendi muitas coisas e agora meus amigo se eu não sabemos como continuar”, disse

Em todo o estado, o Projeto Guri tem 600 polos que oferecem aulas de música de graça – além de outras atividades pra crianças e adolescentes.

Nas redes sociais, os alunos começaram uma campanha para evitar o fim do projeto e fizeram uma petição ao governo do estado.

Carlos e Luiza, alunos do Projeto Guri em São Carlos — Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV

Carlos e Luiza, alunos do Projeto Guri em São Carlos — Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV

Aluno do projeto, Carlos Eduardo Escaniz aprendeu a tocar saxofone há quatro anos. Luiza Ruzante frequenta as aulas há dez anos e virou percussionista. Os dois sabem como o projeto faz diferença na vida deles e de milhares de jovens.

“O Guri me auxiliou a entrar na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) este ano, estou cursando licenciatura em música, e como futuro professor é muito triste ver que a cultura não está sendo valorizada”, disse Escaniz.

Fonte – G1