NETFLIX ATRAI MENOS ASSINANTES QUE O PREVISTO E AÇÕES DESPENCAM

A Netflix divulgou hoje, 17, o resultado financeiro do segundo trimestre do ano, que decepcionou investidores. No after market, as ações da companhia despencaram 10,8% na Nasdaq, nos EUA. Houve susto com a diferença entre o guidance e a quantidade real de novos assinantes adicionados à plataforma no período. A empresa previa atrair 5 milhões de novos usuários no trimestre, mas contabilizou quase a metade: 2,7 milhões.

A previsão de adições veio menor em quase todas as regiões do mundo. Segundo a empresa, a diferença em relação ao guidance não se deu em função do aumento da competição, mas por um superdimensionamento do poder de atração do conteúdo que estreou no período. Houve ainda algum impacto do aumento de preços, uma vez que a maior diferença entre o número de novos clientes e o que de fato obtido foi maios nos países onde aconteceram reajustes.

Apesar dos temores, os resultados apresentados apontam para crescimento. As receitas da companhia aumentaram 26% na comparação com o segundo trimestre de 2018 e somaram US$ 4,9 bilhões. O lucro líquido diminuiu 29,4%, para US$ 271 milhões. O EBITDA ajustado bateu recorde e chegou a US$ 836 milhões, 48,5% maior que um ano antes. A quantidade de usuários pagantes cresceu 21,9% no mundo, na comparação ano a ano.

Para o terceiro trimestre a empresa prevê aumento de 31,3% nas receitas ano a ano e lucro líquido de US$ 470 milhões. Diz também que haverá a adição de mais 7 milhões de assinantes.

Fonte – Telesintese