O abandono dos prédios públicos em Brotas

Nos últimos dias milhares de foliões estiveram em Brotas para o Carnaval. A festa chegou ao fim, as atrações turísticas seguem sendo orgulho dos brotenses, mas em meio às belezas que encantam a população também existem construções que não apresentam uma imagem muito simpática. Alguns prédios públicos que serviriam para dar ainda mais vida para a cidade estão abandonados e acabam sendo o ponto negativo do município.
De acordo com a resposta solicitada em 7 de junho de 2018 pelo ofício nº722/2018/GP-PMETB, a Prefeitura de Brotas paga mais de R$ 150 mil por ano de locação e mesmo assim muitos prédios ficam em péssimo estado, parecendo que estão abandonados pela administração municipal. Muitas obras vão aos poucos perdendo a importância devido aos problemas de gestão. A equipe do Jornal Ideias esteve em alguns desses locais e constatou alguns problemas que mostram o descaso com o dinheiro público. Também recebemos muitas reclamações de moradores.


Logo na entrada da cidade, que era pra ser um lugar agradável para quem passa por Brotas, há uma construção parada. Não bastasse a paralisação na obra, ainda tem um mato alto cobrindo o pouco do serviço que foi feito.
O prédio onde seria o auditório municipal está sendo ocupado por moradores de rua e usuários de drogas. Outra complicação é que há muito lixo no local que poderia ser palco de palestras, eventos religiosos, feiras, exposições, encontro de colecionadores de carros e outras atrações que movimentariam o município.


A antiga Casa do Café, prédio histórico que poderia ser espaço de secretarias, está dando lugar a móveis e equipamentos velhos da prefeitura. Uma parte não tem telhado e ainda chove dentro.


Moradores também reclamam do descaso com a quadra da Lagoa Dourada, pois quando chove a água que vem da lagoa entra dentro do local esportivo e o barro deixa sem o mínimo de condição de uso.


Ainda não inaugurada, a quadra do Jardim Modelo também apresenta problemas. Banheiros estão sendo destruídos e segundo informações recebidas pela equipe do Ideias já foi colocado até fogo no local devido a falta de segurança.


A escolinha que homenageava João Paulo e Daniel está abandonada há vários anos. Quem passa pelas proximidades acaba vendo mato alto, lixo e um cenário propício para proliferação do mosquito da Dengue.
Entramos em contato com a Prefeitura de Brotas para obtermos as respostas dos questionamentos a respeito da situação dos prédios públicos, mas até o fechamento desta edição não houve retorno.