O eSocial é essencial para facilitar armazenamento de dados dos trabalhadores

Um dos grandes desafios dos empregadores é lidar com a grande quantidade de informações que precisam ser acompanhados com muito cuidado para que a empresa funcione de maneira correta seguindo as regras exigidas pelos órgãos de regulamentação. Os meios digitais ajudaram a desburocratizar o armazenamento de dados relativos aos trabalhadores, ainda mais durante esta época de crescimento no uso de aplicativos online. Uma principais plataformas criadas para facilitar a vida do empregador foi o eSocial. Já ouviram falar a respeito disso? Calma que eu já vou explicar.
O eSocial é um sistema de registro elaborado pelo Governo Federal por meio do decreto nº8373/2014, que institui o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas. De forma simplificada e padronizada, o novo eSocial empresarial reduz o custo e o tempo da área contábil na hora da execução das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, pois vão compor um banco de dados único facilitando a gestão e o envio de informações dos trabalhadores para o governo, ou seja, empresas vão enviar periodicamente na plataforma, em meio digital, dados como contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações relacionadas ao FGTS.


Adaptação


As empresas deverão otimizar a gestão interna, melhorar o controle de dados e facilitar o trabalho dos colaboradores. Confira as principais informações que deverão ser repassadas: admissão e desligamento; afastamento temporário; alteração de salário; alteração da jornada de trabalho; aviso prévio; apuração de débitos e créditos tributários federais; cadastro de benefícios previdenciários; atestados de saúde; condições ambientais de trabalho; declaração sobre o imposto de renda retido na fonte; comunicação de acidente de trabalho; geração do documento de arrecadação de receitas federais; monitoramento de saúde do trabalhador e folha de pagamento.
Também deverão ser cumpridas leis relacionadas a saúde e segurança. A empresa que tiver funcionário registrado deve aderir programas como PPRA, PCMSO, o que atualmente não ocorre. Isso significa que deve ser feito investimento nestas áreas de documentos e treinamentos. Escritórios de contabilidade e profissionais da saúde tem que estar integrados a trabalhar com dados corretos para o eSocial.


Vantagem para empregados


O trabalhador terá mais garantia em relação aos seus direitos e transparência nas informações dos contratos. Serão registrados dados de pagamentos efetuados ao empregado, além da sua condição de trabalho. O eSocial reduzirá erros de cálculos que podem ocorrer na geração de guias pelos sistemas das empresas.


A sistematização engloba várias relações trabalhistas em vigor no Brasil, ou seja, celetistas, estatuários, autônomos, avulsos, cooperados, estagiário e sem vínculo empregatício terão seus dados registrados no eSocial.
A entrada neste procedimento também contribui na elaboração de políticas públicas e prestação de benefícios previdenciários.

Serviço: CERTA LABORAL
Brotas: Rua Marília 203 – Centr, Dois Córregos: Padre Domingos Cidad, 344 – Centro
Whatszap (14) 99885 4540 atendimento@certalaboral.com.br – Telefone: (14) 3653 1569